Instalando Debian 6.0 + Xfce em Netbooks, Laptops ou Micros Antigos

Olá, a todos!

Hoje demonstrarei como instalar o novíssimo Debian Squeeze (ou simplesmente Debian 6.0) em máquinas com hardware limitado, como pcs antigos, netbooks ou alguns laptops.
 
Sempre fui usuário do Gnome e considero-o um ambiente de trabalho fantástico. Entretanto, como ainda possuo um velho PC Pentium 4 de 512 MB de RAM como desktop em casa (pra despistar meus sobrinhos) e um notebook Positivo Mobile, optei por usar a mesma distribuição Linux e o mesmo gerenciador de janelas nas duas máquinas. Cheguei a experimentar Fluxbox, Enlightenment e Lxde, mas o que considerei mais prático e tão completo como o Gnome foi o Xfce.
 
Instalaremos o Debian do zero, ou seja, faremos o download da iso netinstall (188MB) ou business card (44MB), que permitem obtermos um sistema Debian básico (sem servidor gráfico e sem gerenciador de janelas – apenas linha de commando). A partir daí instalaremos cada pacote necessário para um ambiente enxuto e leve.



Botando a Mão na Massa

Baixe a iso no site do Debian Installer. Como disse, escolha a netinst i386 ou a business card i386 e tratem de gravá-la na mídia adequada (suponho que saibam fazer tal façanha. rsrs).
 
Recomendo que você ligue sua máquina à uma conexão à internet com fio pois pode ocorrer da sua placa wireless não ser reconhecida pelo instalador (algo bem raro de ocorrer). Usando a mídia já com a iso gravada, inicialize seu computador, configure idioma, teclado, nomes de host e usuário e senhas. Não detalharei porquê suponho que seja intuitivo para você. Quando chegar na tela de Seleção de Software, desmarque a opção de instalar o Ambiente Desktop.

Nesta tela, use a barra de espaço para desmarcar o Ambiente Desktop. Deixe marcado apenas a opção Laptop e Ambiente Básico.
 
Prossiga com a instalação até o final onde obteremos essa tela:

Remova a mídia de instalação e reinicie o sistema.


Do Terminal para o Desktop


Obtendo Super Poderes

Agora procederemos à instalação do restante do sistema. Resolvi adotar a forma de gerenciamento do sistema utilizado pelo Xubuntu em que o usuário tem a possibilidade de executar ações com privilégios de superusuário através do sudo. Então, depois de logado com seu usuário comum e depois passar a ser usuário root (bastando pra isso digitar su) digite o seguinte no prompt:

aptitude install sudo

Agora vamos incluir seu usuário no grupo sudo com a ajudo do visudo. Digite no prompt:

visudo

O arquivo /etc/sudoers será aberto para edição. Procure pelas seguintes linhas:
# User privilege specification
root ALL=(ALL) ALL

Abaixo delas acrescente seu usuário, ficando assim:

# User privilege specification
root ALL=(ALL) ALL
debianmaniaco ALL=(ALL) ALL

Salve o arquivo com CTRL+O e feche-o com CTRL+X.
Agora faça logout da conta root com CTRL+D para retornar ao seu usuário normal.

Agora vamos definir o sudo como principal modo de usuário para que, ao lançarmos aplicativos que antes necessitavam da senha do root para serem usados, passem a pedir a sua senha de usuário. Digite no terminal:

gconftool -s –type bool /apps/gksu/sudo-mode true



Servidor Gráfico


Intalaremos primeiramente o servidor gráfico (xorg.org):

sudo aptitude install xserver-xorg xorg xfonts-base xfonts-100dpi xfonts-75dpi xfonts-scalable

 
Audio


Para fazer nosso sistema falar, instalaremos os componentes básicos:

sudo aptitude install alsa-base alsa-utils linux-sound-base alsa-oss oss-compat

O Ambiente de Trabalho: Xfce


Procedemos com a instalação do ambiente de trabalho básico (Xfce), gerenciador de login (gdm), um aplicativo gerenciador de rede (cabeada e wifi) e o emulador de terminal do xfce.

sudo aptitude install xfce4 gdm wicd xfce4-terminal

Para que o Xfce ficasse bem completo poderíamos ter acrescentado o pacote xfce4-goodies, mas ele instala alguns aplicativos não tão bons (ao menos para mim) e realiza algumas configurações que não me agradam. Por isso escolheremos os pacotes desejados com:

sudo aptitude install iceweasel gpicview mousepad evince xfce4-genmon-plugin xfce4-xkb-plugin xarchiver libburn4 xfce4-verve-plugin libtagc0 xfce4-cpufreq-plugin libxmlrpc-c3 xfce4-taskmanager xfce4-mailwatch-plugin xfce4-notes-plugin xfce4-battery-plugin xfce4-netload-plugin thunar-archive-plugin xfce4-wavelan-plugin lm-sensors xfce4-systemload-plugin thunar-media-tags-plugin xfce4-diskperf-plugin xfce4-fsguard-plugin xfce4-cpugraph-plugin xfce4-datetime-plugin xfce4-artwork xfce4-smartbookmark-plugin xfce4-power-manager xfce4-power-manager-data xfce4-power-manager-plugins xfce4-quicklauncher-plugin libisofs6 xfce4-mount-plugin xfburn xfce4-sensors-plugin xfce4-screenshooter xfce4-clipman xfce4-places-plugin xfce4-clipman-plugin xfce4-dict libsensors4 xfce4-notifyd galculator

O xfce4-goodies instalaria o visualizador de imagens risetto e nós o substituimos por um bem melhor (gpicview). Também não teríamos um navegador (IceaselFirefox). Outros acréscimos: um editor de textos, visualizador de imagens, gerenciador de energia, plugins, sensores do sistema (cpu, temperatura, etc) e o sistema de notificação do Xfce, entre outros. 



Deixando o Sistema Bonito


Para aqueles que gostam de ficar enfeitando o desktop, vamos instalar alguns temas básicos, ícones e cursores:

sudo aptitude install dmz-cursor-theme gnome-icon-theme gtk2-engines-murrine

Mudando os Repositórios Debian


Para seguirmos instalando mais aplicativos ao nosso sistema, teremos que transformar nossa source.list, adicionando o contrib non-free em cada uma de suas linhas. Então, digite no terminal:

sudo nano /etc/apt/sources.list


Voce pode apagar todas as linhas relacionadas aos repositórios e trocá-las por essas:

#mirros oficiais
deb ftp://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free
deb-src ftp://ftp.br.debian.org/debian/ squeeze main contrib non-free

#mirros de segurança
deb http://ftp.br.debian.org/debian-security/ squeeze/updates main contrib non-free
deb-src http://ftp.br.debian.org/debian-security/ squeeze/updates main contrib non-free


Agora vamos atualizar os repositórios com:

sudo aptitude update


E prossigamos com o restante da instalação:


Utilitários:

Para sermos capaz de ler e escrever em sistemas FAT, particionarmos e formatarmos discos e pendrivers, compactarmos e descompactarmos arquivos nas mais diversas versões, monitorarmos os discos, o status da bateria e rede elétrica, instalaremos:

sudo aptitude install dosfstools gparted rar unrar zip unzip smartmontools laptop-mode-tools


Bluetooth:

Você precisa utilizar o bluetooth, então instale o blueman, que gerencia os dispositivos dessa tecnologia:

sudo aptitude install blueman

Complementando o Sistema

Nosso sistema não seria completo se não pudéssmos ver vídeos, ouvir música, conversar com os amigos. Então instalaremos um programa de mensagens instantânea (Pidgin), um processador de textos (Abiword), um player de vídeo e outro de música, um programa de manipulação de imagens (gimp), um utilitário de pesquisa no desktop (catfish), um cliente de torrent e outro de IRC.

sudo aptitude install pidgin pidgin-libnotify pidgin-otr parole gmusicbrowser cheese gimp abiword catfish transmission xchat


Bom, isso aqui já está se alongando por demais! Reinicie seu sistema e veja-o com outros olhos.

sudo reboot

 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s