PM que utilizou spray de água ao invés de pimenta é afastado


A corregedoria da Polícia Militar do Estado de São Paulo divulgou em nota nesta terça-feira que irá afastar o cabo Ronaldo Silva, 28 anos, enquanto toma as devidas providências para dar continuidade às investigações de seu comportamento durante o confronto com manifestantes nesta última quinta-feira (13), na Avenida Paulista.

Segundo informações da assessoria de imprensa da entidade, o referido policial teria desobedecido ordens diretas do comando da PMESP e boicotado a operação de contenção dos manifestantes que tomaram a região da Paulista durante os protestos contra o aumento da passagem do sistema de transporte público de São Paulo. Ao invés de portar o armamento não-letal que lhe havia sido designado – a saber, o famigerado “spray de pimenta” – o cabo teria utilizado um spray contendo apenas água.

Em uma publicação já removida em uma rede social, Ronaldo justificou sua atitude dizendo que não vestia a farda para atacar cidadãos inocentes. “O spray de pimenta é uma agressão violenta utilizada sem necessidade na maioria das situações e a corporação não pode fechar os olhos para isso. Além do mais, os protestos são pacíficos e totalmente legítimos”, afirmou em uma postagem excluída após mais de três mil compartilhamentos.
A Polícia Civil abrirá um inquérito para apurar o caso. O policial foi afastado do trabalho e a “arma” usada foi apreendida.

Fonte: OrgulhoHetero

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s