Acabou a farra: Apple bloqueia emulador de Game Boy Advance no iOS

Zelda no iPhone? Não mais
Diferente do Google que evacua e se locomove para emuladores na Play Store, a Apple é paranoica com qualquer tipo de app que tenha conteúdo ou que permita acesso a material não licenciado ou controlado por ela. Basicamente quando ela não está cassando pr0n no iOS, ela bloqueia qualquer joguinho que possa ser acusado de infração de copyright. Emuladores então nem pensar, só em aparelhos jailbreak.
Por esse motivo, algumas semanas atrás os donos de dispositivos da Apple ficaram muito animados com a possibilidade de revisitar clássicos do videogame sem a necessidade de jailbreak através do Emu4iOS, um serviço criado por Riley Testut, um desenvolvedor que pegou os emuladores open-source, os reescreveu na forma de apps do iOS e os disponibilizou para quem quisesse.
O Kid postou um tutorial bem completo, mas basicamente a gambiarra funciona assim: os apps (dentre eles o principal era o GBA4iOS, que emula os jogos do Game Boy Advance. Mas também há emuladores do Mega Drive, NES, SNES, DOS…) se comunicam com os dispositivos via plataforma de desenvolvimento GitHub e o serviço MacBuildServer, que transforma dados em apps. Ao escolher o app que você quer instalar, o site manda a informação para o MacBuild, esse sim com licença para acessar o iOS, que converte o código em um aplicativo e ele é instalado normalmente no seu iPhone, como se fosse de fato uma aplicação legítima. Apesar de se um recurso muito legal, todos sabíamos que isso não iria durar muito.
Dito e feito. Ontem a Apple caçou a licença enterprise da MacBuildServer, alegando corretamente violação do contrato de desenvolvedores, ao permitir o uso dele para instalação de apps sem certificação. Graças a isso, não é mais possível baixar os emuladores e os apps instalados deixaram de funcionar. No more Pokémon no iPhone.
A menos, claro, que você esteja disposto a pagar 100 dólares por ano à Apple, já que o MacBuildServer agora é restrito apenas a desenvolvedores. Mas eu não aconselho (claro, né?) pois os responsáveis pelo serviço anunciaram que vão readequá-lo ao que Cupertino deseja, portanto o mais certo é que a porta para o Emu4iOS seja fechada de vez. Por outro lado, Testut avisou via Twitter que está estudando formas de trazer o GBA4iOS de volta, mas sinceramente não vejo como ele o fará sem usar a carta do jailbreak.
Via: MeioBit

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s