Dicas para proteger seus filhos da Deep Web – a parte obscura da rede .

usando computador
Apesar de os pais estarem se preocupando cada vez mais com a exposição de seus filhos aos conteúdos da Internet, especialistas da empresa de segurança ESET descobriram que a maioria ainda desconhece a existência da chamada Deep Web – também conhecida como Internet Oculta.
Essa é a parte da web que está abaixo da “superfície” e que não é indexada pelos mecanismos de busca padrão. Ou seja, se você acha que se não consegue encontrar algo no Google é porque essa coisa não existe, é hora de mudar seus conceitos. O anonimato oferecido pela Deep Web faz com que ela se torne um ambiente virtual recheado de conteúdos ilegais e com pouca ou quase nenhuma vigilância.
“Esse tipo de ambiente pode representar um risco para as crianças e, por conta disso, merece um cuidado redobrado dos pais”, afirma Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET Brasil. “Pelo fato da Deep Web permitir o total anonimato dos usuários – sejam os criadores dos sites ou quem os acessa –, ela pode representar um território propício a cibercriminosos e golpes em geral”, complementa.
Temas como abuso, violência, pedofilia, venda de drogas, fóruns de cibercrime e outros tópicos considerados ilegais e/ou antiéticos são facilmente encontrados nesse ambiente. É claro que o acesso à Deep Web não é tão simples, mas é possível encontrar facilmente tutoriais que ensinem a entrar nesse “submundo virtual” no próprio Google.
A ESET listou alguns cuidados básicos que os pais devem ter para proteger as crianças desse tipo de conteúdo impróprio liberado na Deep Web:
  1. É necessário que os adultos tomem conhecimento do funcionamento da Deep Web, antes de definir quais os procedimentos e conselhos necessários para proteger as crianças e adolescentes;
  2. A partir desse entendimento, deve-se manter um diálogo aberto e sincero com a criança e adolescente, com o intuito de compartilhar as boas práticas para o uso seguro da rede e explicar os perigos associados à Deep Web;
  3. Os responsáveis devem também instalar um software de Controle Parental que permita bloquear os endereços .onion. Deve-se notar que o os sites com o dominio .onion podem ser acessados por meio do TOR (The Onion Router),– software que permite estabelecer conexões anônimas e acessar conteúdos inadequados.
“Apesar de parecerem dicas simples, elas são essenciais para garantir a segurança dos jovens e crianças na web. Os pais e responsáveis precisam ficar atentos a esse tipo de tendência como a Deep Web e precisam não só adotar ferramentas que possam prevenir possíveis problemas como devem estar preparados para manter um diálogo aberto sobre riscos e perigos na internet“, ressalta Di Jorge.
É claro que a Deep Web não é feita apenas de coisas ruins, também existe uma série de coisas interessantes nesse ambiente – o WikiLeaks, por exemplo, surgiu lá. Porém, a falta do filtro adotado pelos mecanismos de busca que conhecemos torna os conteúdos pesados e bizarros acessíveis para qualquer um.
 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s