Assange lança Partido WikiLeaks e se candidata ao senado na Austrália

O criador do WikiLeaks, Julian Assange, anunciou nesta quinta-feira, 25/7, o lançamento de um partido político com o nome da sua organização na Austrália, sua terra natal, além da própria candidatura ao Senado na Austrália para as eleições deste ano. Ele garante que sua experiência com a organização WikiLeaks o preparou para essa tarefa.
À distância?
Em entrevista ao The New York Times, Assange disse que o fato de estar na Embaixada do Equador em Londres, onde vive há mais de um ano em asilo político, não será um empecilho para seus novos planos. “Não é diferente de comandar a organização WikiLeaks. Temos pessoas em todos os continentes. Temos de lidar com mais de uma dúzia de casos judiciais ao mesmo tempo”, afirmou ao jornal.
assange_435
Vale notar que o governo britânico já mostrou intenção de prender Assange caso ele saia da Embaixada do Equador em Londres. Questionado sobre isso, o criador do WikiLeaks pensa que o Senado Australiano pode abrir uma exceção para ele ao permitir trabalho remoto. “Nunca foi feito antes, mas é possível teoricamente”, disse.
Plataforma
Assange, que disse ser “legal estar politicamente engajado” em seu país natal, promete trabalhar para o avanço da “transparência, justiça e responsabilidade” na Austrália. Além de Assange, o partido do WikiLeaks terá outros seis candidatos nas eleições da Austrália, que está agendada para acontecer em 14 de setembro deste ano.
assangesupporters_435.png 
Via: IDG Now

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s