Facebook desativa aplicativos legítimos em ação contra programas falsos

O uso de ferramentas para detectar padrões maliciosos em aplicativos levou o Facebook a desativar temporariamente alguns aplicativos legítimos de terceiros, integrados ao site de rede social, disse a empresa nesta quinta-feira (15).
No início da semana, algumas pessoas se queixaram de que as contas de desenvolvedor e apps não estavam disponíveis.
A empresa disse que utiliza sistemas automatizados para identificar e desativar aplicativos maliciosos para proteger a plataforma e os usuários. Estas técnicas identificam um padrão mal-intencionado, encontram os aplicativos que correspondem a esse padrão e, em seguida, os desativa.
“Isso normalmente resulta em milhares de aplicativos maliciosos desativados e melhora a capacidade dos nossos sistemas automatizados de detectar ataques semelhantes no futuro”, escreveu o engenheiro de software do Facebook, Eugene Zarakhovsky, em um post no blog.
Mas na terça-feira, o Facebook iniciou um padrão mais amplo que combinou corretamente milhares de aplicativos maliciosos, mas também diversos legítimos, de alta qualidade.
“Quando detectamos o erro, imediatamente paramos o processo e começamos a trabalhar para restaurar o acesso”, escreveu Zarakhovsky. “O processo levou mais tempo do que o esperado por causa do número de aplicativos afetados e bugs relacionados à recuperação de metadados do aplicativo.”
A empresa não disse quantos aplicativos legítimos foram afetados.
O Facebook agora planeja fazer melhorias em seus processos e tecnologias, incluindo melhores ferramentas para identificar padrões e melhores processos para verificar se todos os aplicativos correspondentes são, de fato, maliciosos. Ele também irá corrigir os erros e falhas que deixou o processo de recuperação mais lento.
A rede social tem revelado ferramentas afim de atrair desenvolvedores para integrarem seus aplicativos a plataforma. Em Abril, a empresa anunciou planos para adquirir a Parse, uma plataforma baseada em nuvem que fornece serviços multiplataforma e ferramentas para desenvolvedores. 
“Ao fazer da Parse uma parte da plataforma Facebook, queremos permitir que os desenvolvedores criem rapidamente aplicativos que abrangem as plataformas móveis e dispositivos”, disse na época.
Via: IDGNow

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s