Os discos de estado sólido e o novo padrão M.2

A introdução dos ultra books e seus preços salgados conseguiram alavancar de certa forma o uso dos discos de estado sólido (SSD – Solid State Disk). Leves, pequenos, resistentes a choques mecânicos e extremamente rápidos, fazem muita diferença no tempo de inicialização do sistema operacional e na execução de programas. Infelizmente ainda são muito mais caros que um HD convencional. Há quem diga que uma vez que você usa um SSD, não quer voltar para o HD convencional. 😀
Um dos formatos utilizados até então é o mSATA, e muitos ultrabooks comercializados por aqui possuem 128GB de capacidade (sendo os de 256GB mais raros e muito mais caros):
Devido ao seu custo ser inferior ao dos SSDs convencionais no formato SATA, muitos usuários de notebooks estão migrando para os SSDs mSATA usando um adaptador mSATA > SATA:
Seu baixo preço (em torno de U$10,00) permite usar este adaptador com um SSD mSATA no lugar do HD convencional. Embora o espaço disponível seja muito menor que um HD convencional, a diferença na rapidez acaba compensando o investimento, bastando conectar seu HD antigo em um case externo para armazenar seus arquivos pessoais.
A nova interface M.2 porposta pela Intel permite ampliar a área física dos SSDs, além de atender aos requisitos de performance e consumo de energia.

mSATA a esquerda, M.2 a direita.

E você, pretende trocar seu HD convencional por um SSD mSATA?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s