LinkedIn lança novos apps e aposta no Brasil, seu terceiro maior mercado

Linkedin
Em um evento para imprensa (23), em , o LinkedIn lançou novos apps para a plataforma iOS e anunciou alguns números importantes, como a marca de 15 milhões de usuários no Brasil.hojeSão Paulo

LinkedIn no Brasil

Nosso país já é o terceiro maior mercado em números de usuários do LinkedIn, atrás apenas dos (84 milhões) e Índia (21 milhões). Nos últimos 12 meses, o crescimento por aqui foi de 50%. A rede, hoje, soma 238 milhões de usuários ao redor do mundo.
 Estados Unidos
A empresa parece estar realmente empolgada com o Brasil, já que suas operações por aqui começaram há apenas dois anos, em 2011. Recentemente, a rede social inaugurou um em São Paulo com 60 funcionários, mas com espaço para dobrar este número, segundo Osvaldo Barbosa de Oliveira, diretor geral do LinkedIn Brasil.
 novo escritório
Outra área que cresce muito na rede é o espaço dedicado a estudantes e páginas de Universidades, chamado de LinkedIn for Education. O Brasil já é o quinto país com o maior número de estudantes na rede.

Novos apps

Em uma transmissão ao vivo direto da California, o CEO Jeff Weiner anunciou algumas novidades da rede social.

Segundo o CEO, 33% dos acessos ao site já são feitos por dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Nos EUA, esse número sobe para 38%. Segundo Weiner, a expectativa é que em 2014 os acessos cheguem a 50%.

Percebendo a força do setor mobile para a rede, o LinkedIn anunciou novos apps e serviços dedicados especialmente aos dispositivos móveis. Uma das novidades é um novo app totalmente reformulado para o iPad, com um novo visual, mais limpo e fácil de usar.

Linkedin

Basta um deslizar de dedos para adicionar pessoas ou realizar outras funções. Também é possível seguir mais de 300 “influenciadores”, em uma lista que inclui nomes como Bill Gates, Barack Obama e outros. O app para iPad não era atualizado desde o ano passado.
A maior novidade, no entanto, foi o chamado LinkedIn Intro, desenvolvido pela equipe da Rapportive, empresa comprada no ano passado pela rede social – que juntou-se ao Pulse e Slideshare na lista de compras da companhia.

O LinkedIn Intro integra o serviço de e-mail com a rede social. Ao receber um e-mail de algum contato, basta clicar sobre seu nome para informações sobre ele e acessar seu perfil na rede. Segundo Jeff Weiner, 28% do tempo gasto em dispositivos móveis é usado para ver e-mails, a principal atividade nesses aparelhos, à frente até mesmo do uso de navegação em redes sociais e games. Por isso, faz sentido que o LinkedIn esteja integrado também ao e-mail para que os profissionais tenham mais agilidade no uso.

ver mais




O LinkedIn também lançou na semana passada o Recruiter, uma versão mobile do serviço usado para recrutar profissionais. O Recruiter é uma poderosa ferramenta para empresas que buscam novos profissionais, permitindo muitos filtros para selecionar os melhores candidatos.
O Pulse, comprado pelo Linkedin no ano passado, foi redesenhado, mas sem grandes modificações em sua estrutura. Basicamente, você ainda pode usá-lo sem um perfil no LinkedIn, mas também pode usar sua conta na rede para seguir publicações que você já seguia.
O novo LinkedIn para iPad deve ser liberado ainda hoje na App Store. O Pulse, comprado no ano passado pelo LinkedIn, também foi redesenhado e terá nova versão em breve para Android e iOS. Já o Linkedin Intro chega também à App Store em breve, mas não tem data para chegar ao Android ou Windows Phone.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s