Google lança o Helpouts, uma nova maneira de conseguir ajuda por vídeo

O Google lançou nesta semana uma nova ferramenta que conecta os usuários com especialistas por meio de um vídeo interativo em tempo real para conselhos gratuitos ou pagos, enquanto adiciona uma receita para a empresa na forma de taxas de transação das pessoas que fornecem a ajuda.
Os usuários podem escolher receber ajuda de outras pessoas, de forma instantânea ou agendada, por meio do novo serviço Helpout (trocadilho com o Google Hangout) com base em suas qualificações, disponibilidade, preço, avaliações e reviews. O slogan do serviço é “Ajuda de verdade de pessoas de verdade em tempo real” (Real help from real people in real time, no original em inglês).
Eles podem usar um computador ou aparelho mobile, desde que tenham uma conta no Google+, uma webcam e um microfone embutidos ou externos. O Google também lançou um aplicativo do Helpouts para Android.
“Nós queremos usar a conveniência e a eficiência da web para permitir que qualquer pessoa, não importa onde ela esteja ou que horas sejam, para se conectar facilmente com alguém que possa ajudá-la”, afirmou o vice-presidente de engenharia do Google, Udi Manber, em um post sobre o assunto.
Todos os pagamentos para os serviços cobrados são feitos por meio do Google Wallet, o que deve exigir que os usuários criem uma conta antes de uma sessão paga no Helpouts. O Google ainda está oferecendo uma garantia de o usuário receber o dinheiro de volta caso a experiência não atenda às suas expectativas.
Segundo Manber, o Google espera que o Helpouts permita às pessoas receber e fornecer ajuda em uma variedade de áreas, desde problemas com computadores, um cano entupido, ou até para uma tarefa da escola.
O Helpout cobra dos fornecedores uma taxa fixa de 20% sobre todos os Helpouts pagos, valor que o Google diz que será usado para bancar taxas de cartão de crédito, o custo de oferecer o programa de garantia do dinheiro de volta, publicidade, e o custo da plataforma. Esse custo de 20% já é incluído no valor pago pelo usuário.
Não há nenhuma taxa de transação para os Helpouts gratuitos. A partir de janeiro de 2014, os Helpouts pagos de saúde também terão uma taxa de transação.
Os fornecedores determinam o preço e tem a opção de cobrar por minuto ou por sessão, ou dar aos usuários a opção do pagamento.
O Google diz que está começando pequeno com algumas categorias, como artes e músicas, computadores e eletrônicos, culinária, educação e carreira, moda e beleza, fitness e nutrição, saúde e casa, e jardinagem. Os fornecedores são analisados pelo Google. Os fornecedores de serviços de saúde precisam ser profissionais licenciados, e serão analisados pela HireRight, uma empresa contratada pelo Google.
Via: IDGNow

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s