NSA esteve espionando hábitos pornôs de radicais islâmicos

Pornografia no computador
Segundo documentos vazados por Edward Snowden, a Agência Nacional de Segurança dos Estados Unidos (NSA) esteve monitorando as práticas pornográficas realizadas na internet por seis radicais islâmicos. As informações são da INFO Exame.
O objetivo desta ação era atingir a reputação e autoridade deles. Com isso, a agência conseguiu determinar suas vulnerabilidades e mostrar que seus comportamentos públicos não eram consistentes.
Foi descoberto que os radicais usavam doações para cobrir despesas pessoais e pediam valores altos para realizar discursos. Além disso, o documento informa que eles visualizavam “material online de sexo explícito ou uso de linguagem explícita persuasiva quando se comunicando com jovens garotas”.
Ele ainda sugere que, caso essas informações chegassem ao grande público, levantariam dúvidas quanto a devoção dos radicais à causa islâmica, fazendo com que sua autoridade fosse reduzida ou perdida completamente.
Porém, os seis radicais não foram acusados de estarem relacionados a práticas de terrorismo. Mas o que primeiramente havia levado a NSA a suspeitar deles foi o constante uso de redes sociais e sites, como o Facebook e YouTube, para divulgar ideais contrários aos Estados Unidos.

Via: Canaltech

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s