Sony VAIO Pro 13 reúne poder e elegância, mas preço é alto

1,3 cm de espessura, peso de 1,06 Kg e ainda por cima equipado com um dos processadores mais poderosos do mercado.Um ano atrás um notebook com estas características seria um sonho impossível, mas hoje ele existe e está nas lojas: é o Sony VAIO Pro 13. Além de esbelta e poderosa, a máquina é muito bonita e até esconde alguns truques na manga. O grande porém? Como vocês já devem ter imaginado, o preço está à altura do hardware.

Design e hardware

O baixo peso do VAIO Pro 13 se deve à sua estrutura em fibra de carbono, que é mais leve e resistente do que o alumínio usado em outras máquinas. O design é elegante, com cantos angulados, e o modelo que testamos (SVP13217PBB), na cor preta, chamou a atenção por onde passou.

A tela de 13” tem resolução HD (1920 x 1080 pixels). A fidelidade de cor e ângulo de visão são bons, mas ela mostra reflexos com facilidade, o que pode incomodar o usuário dependendo do ambiente. É uma tela sensível ao toque e capaz de registrar até 10 dedos simultâneamente, o que a torna compatível com todos os gestos suportados pelo Windows 8. Quando aberta a tela funciona como uma alavanca, levantando o teclado e inclinando-o em uma posição mais ergonômica.

vaiopro13_lado-580px.jpg
Visto de lado, o VAIO Pro 13 quase desaparece

O teclado é iluminado e confortável, e o mesmo sensor utilizado para detectar a luminosidade ambiente e ajustar o brilho das teclas também ajusta automaticamente o brilho da tela, o que ajuda na autonomia de bateria. O trackpad é grande, também tem suporte a gestos e funcionou bem em nossos testes.

Todas as portas ficam na lateral direita: duas portas USB 3.0, uma porta HDMI, um slot para cartões de memória (no formato SD) e um conector para um headset com fones de ouvido e microfone. Essa abordagem causa um problema: se você plugar um acessório mais “gordinho” (como um pendrive com formato incomum) a uma das portas USB, pode acabar bloqueando a porta ao lado, ou a porta HDMI, já que todas estão bem próximas.

Do lado esquerdo estão o conector de força e saídas de ar para dissipação de calor. A área próxima ao dissipador, do lado debaixo da máquina, foi a única que ficou consideravelmente quente durante o uso.

Um detalhe muito legal no hardware do VAIO Pro 13 está na fonte de alimentação. Ela é o tradicional “tijolinho” ao qual os usuários de notebooks já estão acostumados, mas tem uma porta USB que pode ser usada para recarregar seus gadgets. Isso significa que em uma viagem você pode deixar o carregador do celular ou tablet em casa, resultando em menos peso e volume na mala. Além disso, torna possível recarregar um gadget sem sacrificar a bateria do notebook, mesmo quando ele está desligado.

vaiopro13_roteador-580px.jpg
Acredite: a caixinha minúscula ao lado da caneca é um roteador Wi-Fi

A esta porta USB pode ser plugado um acessório bastante interessante, o roteador Wireless VGP-WAR100, que acompanha o ultrabook. A (ótima) idéia é simples: plugue o roteador à fonte, o cabo de rede do quarto do hotel ao roteador e pronto, você tem sua própria rede Wi-Fi (no padrão 802.11 b, g ou n) instantânea.

É possível conectar até cinco dispositivos à rede, e o roteador vem com um SSID e senha pré-configurados, impressos em uma etiqueta colada a ele. Ou seja, basta plugar e usar, sem se preocupar com a configuração da rede. Se preferir o usuário também pode acessar uma interface web usando qualquer navegador para modificar as configurações a seu gosto.

O VGP-WAR100 vem a calhar naqueles casos onde o sinal Wi-Fi do quarto é fraco, para hotéis que insistem em cobrar uma taxa diária por dispositivo para o acesso à internet (ou seja, você pagaria três vezes a taxa se quisesse conectar o notebook, o smartphone e o tablet) ou para quem tem receio de conectar seus gadgets a uma rede Wi-Fi que não está sob seu controle. Pouco maior que uma caixa de fósforos, o roteador praticamente não vai ocupar espaço, nem adicionar peso à sua mala.

Software

Nosso VAIO Pro 13 veio com o Windows 8, mas a atualização para o Windows 8.1 é gratuita e pode ser feita através do app Loja na Tela Iniciar. A Sony pré-instala alguns apps como uma versão de demonstração do Kaspersky Internet Security, um player de música (Música da Sony), um álbum de fotos (Álbum da Sony) e um software para criação de música (Music Maker Jam).

vaiopro13_care-580px.jpg

VAIO Care: utilitários para diagnóstico e recuperação do sistema

O pacote de utilitários VAIO Care é digno de nota: basta pressionar o botão Assist (sobre a tecla F5 no teclado) para acessar um painel de controle com ferramentas para diagnóstico, restauração e atualização do sistema, além de informações sobre o serviço de suporte técnico.

Tudo é bem organizado e fácil de usar, mas gostaria de ver uma ferramenta extra no pacote: um utilitário fácil de usar para o backup dos arquivos do usuário. Concorrentes como a Apple oferecem uma excelente ferramenta de backup (o Time Machine) como parte do sistema há anos, mas os fabricantes de PCs ainda insistem em ignorar este ponto, fazendo com que os usuários tenham de recorrer a soluções (muitas vezes complexas) de terceiros.

Desempenho e autonomia de bateria

Graças ao processador quad-core Intel Core i7 de quarta geração (4500U, rodando a 1.8 GHz), unidade SSD de 128 GB e 8 GB de RAM, o VAIO Pro 13 é um notebook poderosíssimo, e você terá dificuldade em encontrar uma tarefa da qual ele não conseguirá dar conta. Já a GPU Intel HD Graphics 4400 integrada ao processador até dá conta de alguns jogos (como World of Warcraft e Diablo III) embora não vá satisfazer os gamers mais exigentes que fazem questão de jogos mais sofisticados e resolução e qualidade gráfica altíssimas.

Fizemos um teste rodando o Attract Mode do jogo GRID 2 na resolução de 1280 x 720 pixels (HD): na qualidade gráfica média, sugerida após detecção automática, não conseguimos mais do que 18 quadros por segundo (FPS) em média, muito abaixo dos 30 FPS mínimos para que o game seja considerado “jogável”. O resultado foi melhor na qualidade gráfica baixa, onde conseguimos uma média de 29 quadros por segundo (FPS).

vaiopro13_grid2-580px.jpg
GPU Intel HD Graphics 4000 consegue rodar GRID 2, mas na qualidade “Baixa”

Nosso teste de autonomia de bateria foi feito com o portátil conectado a uma rede Wi-Fi, brilho da tela em 50% e rodando o que consideramos um conjunto típico de aplicativos de produtividade: o navegador Google Chrome em modo desktop com alguns “web apps” (Google Docs, Tweetdeck e a versão web do Outlook 365), o Skype e o editor de imagem Paint.net. Durante todo o teste ouvi rádio online via streaming usando o serviço Sky.fm em uma aba do Chrome.

Nesse perfil de uso consegui 6 horas e 24 minutos de autonomia com uma carga, um número muito próximo das 6 horas e meia estimadas pela fabricante, o que é um resultado ao mesmo tempo muito bom e raro: em nossa experiência a autonomia em uso real pode ser até 30% menor do que o estimado. Ponto pra Sony!

Veredito

Fino, leve, elegante e poderoso. Não faltam bons adjetivos para descrever o VAIO Pro 13, mas tudo isso tem um preço: R$ 5.999 reais, mais alto que o de concorrentes diretos como o MacBook Air de 13” da Apple, que numa configuração similar custa R$ 5.124 com uma GPU mais poderosa e autonomia de bateria quase duas vezes maior, apesar de uma tela com resolução um pouco menor (1440 x 900 pixels). Ainda assim, o portátil da Sony é uma excelente opção para quem faz questão de uma máquina Windows e não abre mão do melhor.

Via: IDGNow

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s