Extensões maliciosas do Chrome modificam boletos on-line, diz Kaspersky

skype-to-go

A Kaspersky Lab identificou que algumas extensões maliciosas para o Chrome estão sendo disseminadas na web com o objetivo de alterar os boletos gerados on-line. De acordo com as empresas, os crackers responsáveis pelo golpe são brasileiros.

Uma vez com a máquina infectada, a vítima tem o boleto alterado e o valor do pagamento vai parar em uma conta bancária de cibercriminosos em vez de ir para o destinatário legítimo.

As extensões identificadas estavam hospedadas na loja oficial do navegador do Google, a Chrome Web Store, disfarçadas como bônus de 100 minutos para usuários do serviço Skype to Go.

Ao ser instalada, a extensão solicita a permissão para acessar todo o conteúdo exibido em todas abas abertas no navegador e usará o nome “Skype To Go” para enganar a vítima.

Foram encontradas 3 versões diferentes da ameaça. Depois de instalada, ela monitora todo o conteúdo exibido nas abas, buscando por termos como “boleto” e alterando os números da linha digitável.

A extensão está programada para se comunicar com um servidor de comando e controle (C&C), de onde o cibercriminoso enviará a nova linha digitável que será inserida no boleto, no mesmo momento em que é gerado no navegador. A extensão ainda invalida o código de barras do boleto original, porém não altera o seu valor.

O Google foi alertado e removeu as extensões depois de 24 horas. Mas isso não significa que novas ameaças não possam aparecer novamente, diz a empresa de segurança.

Se você é usuário do Google Chrome não instale qualquer extensão, mesmo que ela esteja na loja oficial. Verifique as permissões solicitadas antes de instalá-la e negue caso solicite acesso a todos os seus dados, em todos os sites que você visitar.

Fonte: IDGNow

Anúncios

Rede social Badoo supera Orkut, Google+ e Twitter no Brasil

A nova pesquisa da Serasa Experian sobre as redes sociais mais populares no Brasil mostra o que todo mundo já sabe: o Facebook lidera, com 73% de participação, seguido pelo YouTube, com 16%. A novidade fica por conta da rede de relacionamentos Badoo (1,20%), que em outubro superou Google+ (1,15%) e Orkut (0,97%). Completam o ranking o Yahoo! Respostas Brasil (0,94%), seguido de Twitter (0,90%), Ask.fm (0,89%), Bate-papo UOL (0,81%) e LinkedIn (0,31%).
Segundo a pesquisa, feita em outubro, o brasileiro passou em média 25 minutos e 32 segundos no Facebook durante o mês. No YouTube, o tempo dispensado foi de 19 minutos e 47 segundos. Descobriu-se que as pessoas que mais acessam plaformas sociais online no Brasil têm entre 25 e 34 anos (27,65%), seguidas do grupo de 18 a 24 anos (23,16%), 35 a 44 (20,36%), mais de 55 (14,87%) e entre 45 e 54 anos (13,95%).
O Sudeste concentrou a maior participação de visitas às redes sociais em outubro, com 57,03%. Em segundo lugar, aparece a região Sul (18,45%), seguida de Nordeste (12,80%), Centro-Oeste (8,06%) e Norte (3,65%). Já os estados do país com a maior participação de visitas às redes sociais no mesmo período foram São Paulo (33,91%), Rio de Janeiro (12,85%), Minas Gerais (10,33%), Paraná (7,48%) e Rio Grande do Sul (7,19%).
Confira a tabela com o desempenho de todas as redes avaliadas. A pesquisa considera apenas os acessos fixos à internet, portanto, exclui a navegação móvel.
Reprodução

Amazon lança loja de aplicativos Android no Brasil para concorrer com Google

A Amazon anunciou nesta quinta-feira, 21/11, o lançamento da sua loja de aplicativos no Brasil. Agora, os clientes brasileiros poderão comprar apps Android pela Amazon Appstore pagando em reais. A chegada da loja significa um rival de peso para a Google Play, da gigante de buscas.

Com aplicativos para smartphones e tablets Android, a Amazon Appstore  pode ser acessada diretamente pelo dispositivo móvel com sistema do Google ou por meio do site oficial em computadores (www.amazon.com.br/appstore). Segundo a empresa, a maioria dos aplicativos disponíveis na loja podem ser usados em mais de um aparelho Android.

Entre as opções oferecidas neste lançamento estão aplicativos conhecidos como Facebook e Twitter, games consagrados como Candy Crush Saga e Angry Birds, e ainda apps brasileiros, a exemplo do Banco do Brasil e jogos da Coquetel. A lista ainda inclui app do Netflix e títulos da produtora Gameloft.

Além disso, uma sessão chamada App Grátis do Dia permite que os usuários baixem gratuitamente um aplicativo chamado premium (que é pago normalmente). Nesta primeira semana de lançamento, a relação de apps disponíveis de graça inclui os games Angry Birds Seasons, Cut the Rope e o app de rádios TuneIn Radio Pro.

Para baixar os aplicativos da loja, os usuários precisam primeiramente acessar o site oficial da Amazon Appstore e então baixar o seu aplicativo oficial.

 

Via: IDGNow

Mozilla dobra arrecadação, e 90% das receitas vêm do Google


A Mozilla divulgou o balanço financeiro do ano de 2012, com algumas surpresas. A entidade, que não tem fins lucrativos, arrecadou US$ 311 milhões, quase o dobro do conquistado em 2011, quando o valor era de US$ 163 milhões.

Muito desse valor se deve ao Google. Exatamente. A empresa que desenvolve o concorrente Chrome é a principal responsável por encher os cofres da criadora do Firefox. Cerca de 90% do montante arrecadado pela Mozilla partiu da empresa de buscas.

Isso se deve ao acordo que as duas empresas mantém para utilização do motor de buscas do Google. O contrato foi renovado no fim de 2011, com duração até 2014 e, ao contrário da lógica de mercado, aparentemente o Google está pagando mais pelo uso de seu sistema no Firefox.

Existem dois possíveis motivos, apontados pela PCPro, para o aumento no repasse. O primeiro é que o Firefox tem direcionado mais buscas para o Google. Basta lembrar que a página inicial do navegador agora é uma grande barra de buscas do concorrente.

Outra alternativa é que o Google não quer abrir espaço para que outro concorrente tome este espaço, principalmente o Bing. Para isso, a empresa estaria disposta a abrir mais os cofres para não perder o espaço nobre no segundo navegador mais popular do mercado.

A Mozilla, no entanto, não confirma os motivos pelo qual o repasse do Google aumentou devido ao contrato de sigilo mantido entre as duas empresas.  

 

Via: Olhardigital

Microsoft vs Google: A Microsoft cria campanha contra o google.

As vezes é bom ficarmos observando o que rola entre as grandes potências da tecnologia, e uma das coisas que eu gosto mais é a briga entre elas, exemplo disso a Microsoft resolveu partir pro ataque e dessa vez a vítima foi outra gigante a Google. E isso é bom porque não afeta os usuários que por sua vez só assistem de camarote o duelo entre as gigantes…

Microsoft contra o Google

 

A empresa agora vende produtos, canecas, camisetas, bonés e outros com estampas e frases de chacota e até acusações contra o Google como a caneca da imagem acima com a frase irônica ” Fique calmo enquanto nós roubamos os seus dados”.
A Microsoft é conhecida em atacar seus maiores concorrentes de forma, direta e muitas vezes, desleal. Vamos ver o que vai vir aí nos próximos capítulos de série…

Google pede patente de tatuagem no pescoço que funciona como microfone

O Google já tem o Google Glass, mas agora está levando o conceito de tecnologia vestível em um passo bem adiante. A empresa está desenvolvendo uma tatuagem eletrônica para a pele na garganta que pode funcionar como um microfone para um smartphone, tablet ou outro aparelho.

Microfones na garganta foram usados primeiramente por pilotos durante a Segunda Guerra Mundial para melhorar as comunicações sem fio entre o solo e aeronaves barulhentas.

Agora, a Motorola Mobility, de propriedade do Google, planeja colocar o microfone na garganta de uma pessoa por meio de uma tatuagem eletrônica para a pele. A tatuagem iria se comunicar por meio de tecnologias como NFC (Near-Field Communications), Bluetooth ou Infravermelho, entre outras, com um smartphones, tablet, computador vestível, console, ou computador móvel que esteja próximo.

A empresa deu entrada nessa patente, de número 13/462881, junto ao Escritório de Patentes dos EUA no último dia 7 de novembro. O inventor é listado como William Albert Jr.

A tatuagem poderia incluir um microfone embutido assim como um terminal transmissor e receptor para permitir comunicações com um smartphone próximo. A novidade também poderia ter uma fonte de força para receber energia de outra parte do corpo humano, de acordo com o pedido de patente.

Um microfone embutido na garganta em uma tatuagem eletrônica poderia ajudar a reduzir ruídos da rua e outros sons próximos que costumam “invadir” microfones e distorcer comunicações por voz.

Via: IDGNow

Google+ muda visual da foto de capa; veja como ficou o topo do perfil

Os perfis do Google+, rede social do Google, ganharam novo visual: agora, a capa divide espaço com a foto do perfil e as informações básicas, como trabalho, escola e cidade. Antes, a foto de capa, que fica no topo, ocupava todo o espaço horizontal no alto da página da rede.

A novidade chegou na quarta-feira (13) e nenhuma ação é necessária para configurar o novo padrão de foto. A proporção continua sendo de 16 x 9. Ou seja, a foto permanece horizontal.

Novo design do perfil no Google Plus (Foto: Reprodução/Marcela Vaz) (Foto: Novo design do perfil no Google Plus (Foto: Reprodução/Marcela Vaz))Novo design do perfil no Google Plus (Foto: Reprodução/Marcela Vaz)

Os dados sobre o usuário e a foto pequena do seu rosto é que mudam e ganham um pouco mais de destaque à esquerda. O fundo por trás da imagem do rosto é uma versão “borrada” da foto de capa, o que cria um efeito elegante segundo o Google. Você também irá notar que o menu – com as abas Sobre, Postagens, Fotos, YouTube e Comentários – foi deslocado de cima da capa para baixo. E o mapa de localização – caso compartilhe a localidade – está mais nítido.

A aparência do topo do perfil no Google+ é a mesma na visualização pública e na pessoal. As demais características da rede social e interface de usuário não foram alteradas. Recomenda-se que a foto da nova capa tenha entre 480 x 270 e 1080 x 608 pixels de tamanho.

 

Via: techtudo