Homem morre ao usar iPhone 4S ligado na tomada

Um tailandês de 28 anos morreu esta semana enquanto usava um iPhone 4S conectado a tomada, de acordo com uma publicação local. O homem foi encontrado no chão com o aparelho queimado em sua mão esquerda e a suspeita da polícia é que ele tenha sido eletrocultado pelo carregador de bateria.
A foto divulgada pela imprensa mostra que o conector utilizado é da cor azul, e não branca, o que indica que o acessório não é oficial. A Apple ainda não se pronunciou sobre o assunto. De acordo com o pai, o homem estava deitado enquanto falava ao telefone.
Em julho, uma chinesa de 23 anos morreu pelo mesmo motivo. Ma Ailun, que trabalhava como aeromoça da China Southern Airlines, desmaiou ao tocar num iPhone 5 que estava sendo carregado. Na ocasião, a Apple se comprometeu a investigar a causa e cooperar com as autoridades.

iPhone ‘explodido’ por estudante revela funcionamento do vibracall

Você já parou para pensar em como funciona o vibracall do celular? Para descobrir isso, uma estudante de Design e Reparo de Eletrônicos desmontrou o iPhone 3GS. A ideia é mostrar seu sistema de alerta vibratório acionado, em tempo real, ao receber uma chamada telefônica.

Alerta vibratório é feito por meio de um braço de metal que se movimenta no interior do smartphone (Foto: Reprodução/YouTube)
Alerta vibratório é feito por meio de um braço de metal que se movimenta no interior do smartphone (Foto: Reprodução/YouTube)

No projeto apresentado por Mirte Becker, o modelo da Apple foi completamente desmontado e posto em uma redoma de vidro, mantendo todos os conectores funcionando. Ao receber uma chamada, é possível ver um pequeno braço de metal vibrar no interior do aparelho, peça que faz o restante da carcaça tremer quando montado. O recurso vibracall foi estreado nos anos de 1990 pela Motorola StarTac e faz o telefone vibrar todas as vezes que recebe uma chamada ou notificação de aplicativo.

Junto com a tela e o processador, essa é um das funções que mais gastam a carga de um smartphone. Isso acontece porque é necessário mover rapidamente o metal para que a vibração seja transferida para o material externo. Lembre-se então de desabilitar alertas vibratórios desnecessários sempre que possível, caso deseje que sua bateria dure mais.

Veja mais detalhes no vídeo demonstrativo do vibracall:

Fundador do Google ensina como abandonar seu iPhone e ir para o Android

Se você está migrando do iOS para um dispositivo Android, vale a pena checar as dicas que um dos fundadores do Google, Eric Schmidt, publicou em sua página pessoal do Google+. Em uma postagem nesta segunda-feira, dia 25, o executivo aumenta as suas táticas para convencer os consumidores a fazerem a troca.

Co-fundador do Google, Eric Schmidt, postou no Google+ benefícios e dicas de como transferir seus arquivos e contatos do iPhone para Android (Foto: Reprodução/The Guardian)
Co-fundador do Google, Eric Schmidt, postou no Google+ benefícios e dicas de como transferir seus arquivos e contatos do iPhone para Android (Foto: Reprodução/The Guardian)

“Como as pessoas que migraram de PCs para Macs e não mudaram de volta, você vai mudar de iPhone para o Android e nunca mais vai voltar. Ele apresenta a facilidade de guardar em nuvem e tantas outras opções para você”, explica Schmidt, que já fez parte do conselho da Apple entre 2006 e 2009, mas decidiu sair pela crescente concorrência com o Google. A principal dica publicada é sobre a importação de contatos do iCloud para o Gmail, que segue o seguinte passo a passo:

Passo 1. Atualizar o iPhone para o iOS 7.

Passo 2. Fazer o backup dos contatos no iCloud.

Passo 3. Ativar a sincronização de contatos no Gmail.

A partir daí, segundo Schmidt, você já poderá ver seus contatos no Android. Se o procedimento não funcionar, entretanto, você pode tentar por meio de um microSD, algo que você pode aprender melhor lendo este tutorial.

No geral, o executivo não trouxe novidades, mas é interessante notar esse tipo de informação em seu perfil na rede social da companhia. Afinal, se você quiser realmente comprar um Android no Natal e deixar o iPhone de lado, vai precisar de uma ajuda extra para transferir seus dados de um smartphone para outro.

O executivo também faz questão de apontar a dominância de 80% do Android no mundo. Ele só não se pronunciou sobre a falta de atualização dos dispositivos com o sistema. Apesar da maioria dos aparelhos já rodarem Jelly Bean, ainda há mais da metade dos usuários presos em versões antigas.

 

Via: techtudo

Outro parceiro da Apple é flagrado maltratando funcionários


Mais um fornecedor da Apple foi flagrado violando direitos trabalhistas na China. A empresa da vez é a Biel Crystal Manufactory, de Hong Kong, que fabrica telas para iPhone, mas outras – como Foxconn – vivem aparecendo na mídia pelo mesmo motivo.

Em suas unidades chinesas, a empresa força os funcionários a trabalhar por 11 horas diárias, durante os sete dias da semana e com direito a apenas uma folga mensal, segundo denúncia da SACOM (Students & Scholars Against Corporate Misbehaviour)

Também foi dito que os trabalhadores se ferem nas fábricas com frequência e não recebem salários adequados, além de serem forçados a assinar contratos em branco. Na denúncia a SACOM ainda lembra que em 2011 ao menos cinco operários da Biel cometeram suicídio.

Procurada pela Reuters, a Apple disse que investiga casos como este e “insiste” que os fornecedores ofereçam condições seguras de trabalho.
 

Apple terá sua própria versão de Black Friday

A Apple vai realizar sua própria versão de uma Black Friday na próxima sexta-feira (29). Lojas de varejo da gigante terão produtos com descontos e qualquer pedido feito pela web terá frete grátis.

Ainda não se sabe exatamente quais lugares terão a Black Friday, mas o site 9to5Mac avistou uma página que promove o evento na versão australiana do site da Apple e uma também está disponível na Nova Zelândia, por isso é possível que a empresa em breve confirme o evento para outros mercados.

 

Imagem já foi vista na páginq da Apple em diversos países

Por enquanto, a Apple ainda não ofereceu nenhum detalhe sobre quais produtos terão descontos, ou qual será a extensão dos cortes de preços. Mas assim que soubermos, atualizaremos esse artigo.

 

Via: codigofonte