Brasil transforma Black Friday em “Black Fraude”

 

 

A revista Forbes publicou uma crítica pesada contra a Black Friday realizada no Brasil em uma reportagem que diz que a data está ficando mais conhecida como “um dia de fraude” por aqui.

Intitulada “Nos EUA, a Black Friday é sobre descontos; no Brasil, a Black Friday é sobre fraude”, a reportagem assinada por Kenneth Rapoza diz que a Black Friday realizada no Brasil é mais uma maneira para os varejistas enganarem os consumidores ansiosos por participar de uma tradição norte-americana.

Em um parágrafo em especial, a revista aumenta o tom da crítica. “Se os brasileiros estivessem fazendo a Black Friday da maneira correta, eles estariam acampados em frente ao Shopping Pátio Higienópolis na quinta-feira à noite, ou ao menos correndo pelas portas da FNAC mais próxima às 00h01 da sexta-feira.”

Acesse esse link para ler a reportagem completa (em inglês).

 

CONFIRA ABAIXO O QUE VOCÊ PRECISA SABER PARA FAZER BOAS COMPRAS

 

– A “lista negra” do Procon-SP foi ampliada na semana passada para 325 sites de e-commerce. Confira;

– Guia: o que fazer e o que evitar nas compras on-line – valendo para Black Friday e final do ano;

Serasa libera serviço para consulta de CNPJ de lojas on-line;

 

Via: IDGNow

Anúncios

Black Friday: baixa adesão do brasileiro se deve ao preço ‘pouco atrativo’

SÃO PAULO – Para 32% dos brasileiros, os preços dos produtos ofertados no Black Friday, ação que reunirá ofertas em mais de 120 lojas virtuais no dia 29 de novembro, não são convidativos. Segundo o levantamento realizado pelo aplicativo Pinion, esse é o principal motivo da pouca adesão dos consumidores do Brasil no evento, já que, do total de entrevistados, 70% não participaram das três edições passadas.

A pesquisa, que entrevistou 2.131 usuários de smartphones de todo o Brasil no período de 25 a 28 de outubro, ainda mostra que, além do preço, outros 15% afirmam que não compraram por terem ouvido alguma reclamação de terceiros, 14% enfrentaram indisponibilidade de estoque e outros 12% encontraram dificuldades na hora de fazer a compra devido a problemas no site da loja.

Para os entrevistados, um desconto médio de 45% seria o ideal para considerarem efetuar uma compra. Já 71% deles afirmaram procurar informações com antecedência sobre os produtos que pretendem adquirir no evento.

Há menos de um mês da quarta edição brasileira, 32% dos consumidores afirmaram que vão realizar alguma compra este ano. Entre eles, o gasto declarado foi de, R$ 698,98, em média, e o cartão de crédito parcelado aparece como a principal forma de pagamento, com 52%.

Mais de 24% dos consumidores pretendem fazer a compra no cartão à vista e 10% em débito em conta, contra 9% que vão efetuar a compra por boleto bancário. Já 56% ainda não sabem se devem comprar e 12% já afirmaram que não têm intenção de participar desta edição.

Os mais procurados
Quando questionados por ordem de preferência sobre quais produtos pretendem comprar, 47% optaram por celulares e tablets, 38% eletroportáteis e eletrodomésticos, 37% informática, 31% produtos de moda e acessórios, 30% games, 29% beleza e saúde, 26% perfumaria e cosméticos, 25% livros e 23% câmeras e filmadoras. 

Via: uol

Campus Party Brasil 2014 terá Bruce Dickinson, do Iron Maiden, em SP

A quase dois meses do início, a Campus Party Brasil anunciou nessa segunda-feira (11) que os seus 8 mil ingressos para vagas de campuseiros já se esgotaram. A feira acontece entre os dias 27 de janeiro e 2 de fevereiro, no Anhembi Parque, em São Paulo.

De acordo com a organização, são esperadas mais de 160 mil pessoas durante os dias do maior acontecimento de tecnologia, inovação, criatividade e cultura digital do mundo.

Uma das atrações mais esperadas do evento é o vocalista da banda Iron Maiden, Bruce Dickinson, que realizará uma palestra sobre empreendedorismo e contará histórias da sua própria carreira – incluindo seu projeto na área de aviação, onde investiu em uma escola de formação de pilotos (Real World Aviation) e também em uma empresa de manutenção de aeronaves, a Cardiff Aviation.

Atrações

Além do ícone do heavy metal, o evento também tem programado alguns outros grandes nomes como Marcelo Ballona, cofundador do Submarino, a primeira startup a ter o capital aberto na Bolsa de Valores de São Paulo; Leo Johnson, cofundador da Sustainable Finance Ltd, conselheiro em sustentabilidade em mais de 50 bancos e empresas líderes, além de colunista de meios como CNN e Washington Post; Maickel Melamed, embaixador da Boa Vontade das Nações Unidas na Venezuela, também economista, psicoterapeuta, coach em gerência de vida, escritor, palestrante, comunicador e atleta de alto rendimento – um apaixonado pelo “poder humano”; Mark Levalle, atual Senior VP de desenvolvimento de negócios e estratégia de PayPal, tendo passagem marcante pelo Bill Me Later, onde foi a pessoa-chave para incrementar em mais de US$ 300 milhões as inversões em private equity e garantir um financiamento de dívida de mais de US$ 1 bilhão; e Sean Carasso, empreendedor social e fundador do projeto Falling Whistles, campanha pela paz no Congo.

Empreendedorismo

Paco Ragageles, presidente da Futura Networks e Cofundador da Campus Party, destacou durante uma coletiva para a imprensa ocorrida nessa segunda-feira (11), que o evento de 2014 terá foco em empreendedorismo. Para isso, o espaço receberá uma área nova, chamada de do Startup&Makers Camp, voltada para a recepção de startups.

“Vamos escolher as 300 melhores startups do Brasil, as com maior potencial de crescimento”, disse o cofundador. Além disso, ele garantiu que a organização já conseguiu angariar 2 milhões de reais para investimento nas vencedoras.

Também haverá uma série de palcos dedicados especificamente para esse público, além de seis aulas sobre Novos Negócios 2.0.

Além disso, na Arena, os mais de 300 mil campuseiros terão a oportunidade de acelerar seus projetos e submetê-los a uma banca de avaliação por meio das Maratonas de Negócios. No ano que vem, serão quatro maratonas com os temas “Educação”, “Jornalismo e Comunicação 2.0”, “Negócios Sociais” e “Inovação em Comércio e Serviços”.

Os projetos finalistas serão anunciados no dia 1º de fevereiro e serão apresentados, pelos empreendedores, a uma banca de jurados e investidores. Os vencedores ganharão viagens e vagas com direito a barracas de camping para a próxima Campus Party no Brasil.

Desafio FI-WARE

Todos os campuseiros podem participar do desafio Fi-WARE e concorrer a prêmios patrocinados pela Comissão Europeia, que somam mais de 1,2 milhões de reais. A ideia é que os participantes utilizem a plataforma FI-WARE e construam aplicativos que englobem as categorias: “cidades inteligentes” e “negócios & indústria”.

Os aplicativos devem representar um passo importante para uma gestão mais eficiente dos serviços urbanos, para prestação de novos e inovadores serviços que uma cidade pode oferecer aos seus cidadãos (em cidades inteligentes); ou devem propor a automatização e melhoria de processos de produção ou de uma cadeia de suprimentos, de pequenas até grandes empresas (em negócios & indústria).

As inscrições para a primeira fase do desafio na plataforma Campus Labs já estão abertas e vão até o dia 20 de dezembro de 2013.

Para saber mais sobre este grande desafio, acesse www.campus-labs.com/br.

Serviço

Campus Party Brasil 2014

Data: 27 de janeiro a 02 de fevereiro de 2014

Local: Anhembi Parque ­- Avenida Olavo Fontoura, 1209 ­- São Paulo

Via: idgnow