Mega, de Kim Dotcom, sai da versão beta e ganha novas funcionalidades

Quase um ano depois de sua estreia, o Mega.co.nz ainda está de pé. O serviço de compartilhamento e armazenamento de arquivos de Kim Dotcom anunciou recentemente que estava fora de sua fase beta, e para comemorar, o site ganhou uma “nova camada de tinta”. Dotcom também está prometendo algumas grandes novidades nos próximos meses para a página.

A estrutura básica do Mega ainda é a mesma. Você encontra um painel de navegação à esquerda, uma área principal para visualização de arquivos e botões acima dessa área de visualização para as tarefas comuns, como upload de arquivos e novas pastas.

Na parte superior do painel de navegação, no entanto, agora você tem links rápidos para a pasta de lixo, contatos e sua caixa de entrada para receber novos arquivos de outros usuários do Mega.

A empresa diz que a experiência geral do usuário é mais rápida, e os avatares estão agora no menu, permitindo que você adicione uma imagem ao seu perfil de conta.

Há também uma nova extensão para o Firefox que o Mega diz que irá melhorar a sua segurança e desempenho de download por meio da gravação de dados em seu disco rígido em vez de depender do browser. Este recurso permite que você baixe pastas inteiras de uma só vez.

Em meus testes, no entanto, a extensão do Firefox só pode manter uma única estrutura de diretório intacta. Em outras palavras, se você tem uma pasta de documentos que contém três pastas diferentes, todas as pastas e seu conteúdo serão baixados separadamente. Então, em vez de Documentos >> Pasta1, Pasta2, Pasta3, você acaba com Documentos, Pasta1, Pasta2, Pasta3.

A extensão para o browser da Mozilla é parecida com um aplicativo para o Chrome, lançado em julho.

Até o presente momento, o add-on do Firefox não estava disponível diretamente do catálogo da Mozilla. Em vez disso, você tem que acessar a sua conta no Mega e selecione o ícone do menu no canto superior direito do painel. Em seguida, selecione Aplicativos >> Firefox App para instalar.

Desktop sync e app iOS

Baseado na Nova Zelândia, o compartilhador de arquivos criptografados também tem planos para a implantação de um aplicativo para iOS e um cliente de sincronização de desktop até o final de novembro.

O cliente de sincronização de desktop permitirá ao usuário ficar conectado ao Mega sem a necessidade de abrir uma janela do navegador.

Não está claro se e empresa vai usar uma pasta no estilo Dropbox, que necessita apenas arrastar-e-soltar itens nela, ou se vai agir como um drive – semelhante ao Wuala.

Início de 2014: tudo criptografado

O Mega também tem planos de lançar dois recursos prometidos para os primeiros meses de 2014: envio de mensagem de e-mail e de mensagens em tempo real – ambos criptografados.

Dotcom já disse várias vezes que ele quer transformar o Mega em um serviço de nuvem criptografada completo. Em agosto, o fundador do site prometeu mensagens e bate-papo estariam chegando à plataforma, depois das revelações sobre a Agência de Segurança Nacional pelo ex-funcionário Edward Snowden.

Há pouca informação sobre como poderão ser os novos dois novos serviços. Baseado em mock-ups divulgados, parece que o serviço de mensagens criptografadas serão um serviço interno embutido na versão atual do Mega. Por enquanto, você só pode enviar arquivos para usuários do serviço e envio de mensagens não é suportado.

O recurso de bate-papo, novamente com base em mock-ups, será construído para a versão web do Mega e terá suporte de texto e chats de vídeo. Não parece ser um serviço apenas de voz, no estilo Skype – mas isso pode mudar, o produto sair do concept ao produto real.

Enquanto Dotcom está ocupado com a construção do Mega, o caso de extradição contra ele está atualmente em espera. O julgamento está previsto para ter início em abril.

Os EUA estão pedindo à Nova Zelândia para extraditar Dotcom ao país, onde ele enfrentaria acusações de violação de direitos autorais por conta do Megaupload.

Via: idgnow