TIM contrata Cisco e Celcite para melhorar tráfego de dados

 

A TIM firmou parcerias com a Cisco e a Celcite, que preveem o uso de soluções com capacidade para aumentar ainda mais a qualidade da sua rede, principalmente o tráfego de dados. Inicialmente, o projeto será implantado em 12 cidades de diversas regiões do Brasil e a previsão é de que seja estendido para todo o país em até um ano.

A solução SON – Self Organizing Networks, composta por módulos como  Automatic Neighbor Relationship (ANR), Mobility Load Balance (MLB) e Self Healing realiza de forma dinâmica e automática testes, verificam erros e/ou falhas na rede, poupando tempo na resolução dos problemas quando eles são detectados. As primeiras cidades a serem beneficiadas serão Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Manaus, Cuiabá, Belo Horizonte, Salvador, Recife, Fortaleza, Curitiba, Porto Alegre e Natal.

“A TIM investe cada vez mais na sua rede para garantir uma boa experiência de navegação ao usuário. As soluções da Cisco e da Celcite visam otimizar esforços e melhorar no curto prazo a percepção de qualidade da rede pelos nossos clientes”, diz Daniel Hermetto, Diretor de Suprimentos e Logística da TIM Brasil.

O módulo Automatic Neighbor Relationship (ANR) é utilizado para otimizar ligações entre torres e/ou células vizinhas. Já o Mobility Load Balance (MLB) tem por função melhorar a distribuição do tráfego entre diversas células. O Self Healing é utilizado para minimizar os efeitos de uma eventual indisponibilidade de transmissão. Os valores dos contratos com os fornecedores não foram revelados.

 

Via: Convergenciadigital

Anúncios

Erro em loja permite compra de placa de vídeo e memória por R$ 13

A Black Friday promete alguns descontos incríveis, embora não seja o caso na maioria das vezes. Entretanto, a loja virtual Kabum! parece ter levado a proposta muito a sério e chegou a oferecer produtos gratuitos em sua loja, até mesmo com o frete grátis.
Provavelmente se trata de um erro interno, mas de qualquer forma alguns consumidores conseguiram concluir a compra sem problemas. Pouco tempo depois os valores foram ajustados para o patamar normal.
Os itens encontrados foi uma placa de vídeo Gigabyte de 4 GB GDDR 5, que agora está listada por cerca de R$ 2,5 mil, e pentes de memória RAM totalizando 16 GB DDR3, já listada por R$ 850. Ambos os produtos agora estão indisponíveis para compra. Comprar as duas, com o frete, poderia sair por R$ 13.
Reprodução
Reprodução
Quem se arriscou a tentar receber o produto de graça recebeu a confirmação da loja, mas resta saber se o pedido realmente será concluído. No caso da placa de vídeo, havia um frete que variava em torno de R$ 15, enquanto a entrega das memórias era grátis, o que possibilitava que qualquer um “comprasse” quantas unidades preferisse.
Resta saber qual será a reação do Kabum a estes pedidos. A jurisprudência protege lojistas em casos de erros e quando foi constatada má-fé do consumidor. Entretanto o ReclameAqui diz o contrário. O site avisa que, “na Black Friday, NÃO EXISTE erro crasso de preço, ou preço vil, pois no dia da Black Friday o consumidor está em busca de SUPER OFERTAS e o erro será considerado uma oferta normal.” Ou seja: viu um desconto absurdo? Se a loja errou, não é problema seu, ela terá de arcar com o valor informado.

Homem morre ao usar iPhone 4S ligado na tomada

Um tailandês de 28 anos morreu esta semana enquanto usava um iPhone 4S conectado a tomada, de acordo com uma publicação local. O homem foi encontrado no chão com o aparelho queimado em sua mão esquerda e a suspeita da polícia é que ele tenha sido eletrocultado pelo carregador de bateria.
A foto divulgada pela imprensa mostra que o conector utilizado é da cor azul, e não branca, o que indica que o acessório não é oficial. A Apple ainda não se pronunciou sobre o assunto. De acordo com o pai, o homem estava deitado enquanto falava ao telefone.
Em julho, uma chinesa de 23 anos morreu pelo mesmo motivo. Ma Ailun, que trabalhava como aeromoça da China Southern Airlines, desmaiou ao tocar num iPhone 5 que estava sendo carregado. Na ocasião, a Apple se comprometeu a investigar a causa e cooperar com as autoridades.

Fãs do Winamp pedem código-fonte para mantê-lo vivo


Mais de 21 mil pessoas já assinaram o documento online contra a descontinuação do tocador de músicas Winamp, marcada para 20 de dezembro. Caso a AOL mantenha a decisão de encerrar o serviço, os fãs pedem ao menos que seja disponibilizado o código-fonte da plataforma para torná-la aberta e manter seu uso ativo.
A petição precisa ainda de 3,7 mil assinaturas para alcançar a meta e ser endereçada à AOL, que comprou o serviço juntamente com a desenvolvedora Nullsoft, em 1999, por US$ 80 milhões. Para Rob Lord, um dos responsáveis pelo crescimento do software no início, o declínio pode ter se dado pelo péssimo gerenciamento após a fusão.
“Não há motivos pelos quais o Winamp não pudesse estar na posição em que o iTunes está hoje, além de algumas camadas de mau-gerenciamento da AOL após a aquisição”, afirmou ele em entrevista à Ars Technica.
O Winamp fez sucesso num tempo longínquo da internet ao lado de softwares populares na década de 1990 e início dos anos 2000 como ICQ, mIRC e Netscape e Napster. 

 

Via: olhardigital

Valor da Bitcoin passa de R$ 2 mil no Brasil

Duas semanas após bater os R$ 1 mil, o valor da Bitcoin deixou mais uma marca, aqui no Brasil, ao ultrapassar os R$ 2 mil. Às 9h46 desta terça-feira, 26, a moeda virtual era precificada em R$ 2.064,95, de acordo com o Mercado Bitcoin.

Enquanto isso, o Mt.Gox, maior câmbio virtual do mundo, avalia a Bitcoin em US$ 868,49 – valor próximo do recorde de US$ 900 visto na semana passada.

O número mais alto foi atingido na época graças ao reconhecimento da Bitcoin pelas autoridades norte-americanas. Reguladores disseram ver benefícios em moedas digitais e estão progredindo na luta contra os riscos de se usar dinheiro virtual em transações financeiras (saiba mais).

 

Via: olhardigital

MEC distribuirá tablets para professores de escolas públicas em 2014

MEC distribuirá tablets para professores de escolas públicas em 2014

O Ministério da Educação (MEC) vai começar a distribuir tablets a professores do 6º ao 9º ano do ensino fundamental de escolas públicas em 2014. O anúncio foi feito nesta segunda-feira (25) pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante. Segundo o titular da pasta, os professores deverão ser capacitados para usar o equipamento também no ano que vem. A intenção da pasta é que todos os professores da rede pública tenham o próprio tablet. A distribuição começou com profissionais do ensino médio. O educador tem acesso pelo dispositivo a conteúdos específicos, com o objetivo de tornar as aulas mais atraentes. De acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), foram comprados mais de 460 mil equipamentos para professores do ensino médio. Conforme a Agência Brasil, ainda não há previsão de quantos professores do ensino fundamental serão contemplados em 2014. De acordo com dados do Censo de 2012, são mais de 800 mil professores na etapa.

 

Via: bahianoticias

Preso na Suécia, fundador do Pirate Bay será extraditado para a Dinamarca

16-03-2013_the-pirate-bay

O cofundador do Pirate Bay, Gottfrid Svartholm Warg, será extraditado para a Dinamarca na próxima quarta-feira, 27/11, segundo confirmação de um promotor sueco nesta sexta-feira, 22.

Svartholm Warg atualmente está cumprindo uma pena de um ano de prisão por hackear a empresa Logica, que fornecia serviços de tributação para o governo da Suécia. Mas ele também é procurado na Dinamarca para ser interrogado sobre seu suposto envolvimento no hack de um mainframe do provedor de serviços de TI chamado CSC.

A extradição de Svartholm foi aprovada em junho, e vai acontecer na próxima semana, de acordo com o promotor Henrik Olin. Mas o cofundador do Pirate Bay ainda não foi acusado formalmente na Dinamarca, segundo o promotor.

O promotor-chefe dinamarquês Dorit Borgaard, que entrou com o pedido de extradição, não pode ser encontrado imediatamente para comentar o assunto.

Vale notar que Svartholm Warg ainda precisa servir cerca de um mês da sua pena pela condenação na Suécia, aponta Olin.

Essa questão do tempo restante da sua pena será resolvido depois, de acordo com o promotor. Caso Svartholm seja acusado e condenado a prisão na Dinamarca, ele provavelmente vai querer cumprir essa pena na Suécia, o que é possível já que é cidadão sueco, informa o promotor. Caso não seja condenado, ele terá de voltar para a Suécia e cumprir o restante da sua pena.

Essa não é a primeira vez que Svartholm Warg é extraditado. No ano passado, ele foi preso no Camboja e deportado para a Suécia, onde foi preso por seu envolvimento no hack da Logica, citado acima.

Fonte: IDGNow